De onde surgiu os 12 signos do zodíaco? História e teoria por trás do horóscopo

Pessoas que mostram interesse por este tema, apontam que os signos do zodíaco começou com os egípcios, que o levaram aos babilônios e aos gregos. No entanto, outras pesquisas diferem dessa teoria, e indicam que os signos do zodíaco tiveram sua origem na Babilônia, por volta do século V a.C. De lá, e graças a Alexandre, o Grande, grande fã deste tipo de crenças e reconhecido místico, espalhou-se por toda a Ásia.

De babilônios, passou a assíria, e os egípcios. Foi do Egito, de onde acabou por se espalhar para todo o mundo, e onde se começaram a estabelecer as bases da astrologia atual.A palavra “zodíaco”, vem do grego e egípcio (Horo -do egípcio – e skopo -do grego) que, traduzido, significa “olhar para Horus”, ou o que é o mesmo, de acordo com sua simbologia, “olhar o horizonte”.

Em seguida, apresentamos a origem dos signos zodiacais segundo a mitologia grega. Veja no www.signosdatas.com.br as datas referentes a cada um dos signos que marcam a transição entre cada um e mais detalhes sobre como é descrita a personalidade de cada uma das 12 classificações. Brevemente, são eles:

  • Áries: o carneiro, assim chamado porque os carneiros constituíam a oferta aos Ares, deus grego da guerra.
  • Touro: a mitologia diz que foi em um Touro de Creta, ou da forma que adotou quando Zeus raptou Europa.
  • Gêmeos: a origem deste sinal é dada é porque Zeus amou a rainha Leda, esposa de Tíndaro e dessa união nasceram os gêmeos.
  • Câncer: o caranguejo que enviou Hera para ajudar a Hidra de Lerna, quando lutava contra Hércules.
  • Leão: o Leão de Nemea que matou Hércules.
  • Virgem: se inspira em Astrea, titãs, filha de Ceo e Febe.
  • Libra: atribui-se a Fala, a deusa da Justiça.
  • Escorpião: escorpião enviado pela deusa Ártemis contra Orion.
  • Sagitário: é o centauro Quíron.
  • Capricórnio: representa a Cabra Amaltéia, que amamentou Zeus.
  • Aquário: seria Ganimedes, o escanciador dos deuses no Olimpo.
  • Peixes: a forma que tomaram Ares e Afrodite, ao fugir do titã Tifão.

Na atualidade, existem várias interpretações semelhantes em função da civilização que os estudou. Por exemplo, os celtas fizeram o mesmo estudo, mas os relacionaram com árvores; os chineses, por contra os assimilaram com animais provenientes de sua própria mitologia. Ainda existe um signo rúnico, e até mesmo os budistas têm o seu próprio.

Os adeptos da astrologia estão perturbados pelo anúncio do astrólogo americano Parke Kundle, que denunciou a provável falsidade de todas as previsões feitas por especialistas nesta área, já que o signo não é realmente como se concebe desde há milhares de anos.